Case Catho

#solução #CX #resultados

O home based chega à Catho Durante a quarentena, a empresa se aliou a Mutant para colocar, em tempo recorde, 600 funcionários trabalhando de casa.

O desafio: Home office para todo mundo?

A relacão entre Mutant e Catho, um dos maiores sites de classificados de emprego do Brasil, começou há 1 ano. Depois de um período de assessment, a Mutant enxergou no modelo de gestão da Catho uma oportunidade de otimização bastante clara e que partia da seguinte questão: será que uma empresa com 100% do seu time interno, diversas operações back office, não teria interesse em implementar uma solução home based definitiva?

Manter parte do time operando de casa não é exatamente uma ideia nova. Após a regulamentação do teletrabalho pela Reforma Trabalhista, em 2017, muitas empresas têm se atentado para essa prática. O modelo de home office é uma tendência mundial que contribui para novas definições laborais, priorizando a produtividade e a flexibilidade dos trabalhadores. O problema de encarar essa mudança é o desafio de gerenciar uma grande quantidade de funcionários fora de um escritório. Afinal, como fazer isso? “Nós, da Mutant, estamos conversando com a Catho faz tempo. Fizemos apresentações para o time de recursos humanos, de operações e mostramos que a nossa solução, diferente do que o mercado tem, dá suporte para toda a estratégia e não é um simples acesso via VPN. Nosso trabalho começa muito antes da implementação da ferramenta”, explica Antonio Carlos, Diretor da Mutant.

Home Based: a plataforma de home office da Mutant

A aceitação dessa modalidade por parte de alguns gestores ainda é um desafio. Por isso, a Mutant usou seu know-how para elaborar uma solução completa, acompanhada de várias funcionalidades de controle empresarial. Dessa forma, é possível manter os gestores de grandes empresas mais próximos de seus funcionários.

Entre essas soluções, está um leitor biométrico, que facilita o login do funcionário. Assim ele consegue executar sua jornada de trabalho, realizar o registro de ponto, evitar horas extras não autorizadas e permitir que seu superior realize uma gestão eficiente de aderência às escalas de trabalho.

Outro diferencial é que o colaborador, dentro de uma conexão segura, via VPN criptografada, consegue ter acesso apenas às ferramentas e aos aplicativos da companhia dentro de seu sistema. Os bloqueios de multissessão e restrição de acessos também são importantes para evitar distrações e atividades paralelas durante a jornada de trabalho.

Por fim: todas as áreas, incluindo os gestores da empresa, recebem, além a plataforma, um acompanhamento e um treinamento completo para fazer a gestão da equipe remota.

A solução personalizada para CATHO e os desafios em tempos de quarentena

"Na Mutant, não ofertamos apenas a solução tecnológica. Nós oferecemos a consultoria, o trabalho de sustentação e serviço de planejamento. Isso é essencial para empresa entender o que quer mudar e porque está contratando a nossa solução. Ajudamos nosso cliente a mapear os métodos de trabalho, a infraestrutura e a avaliar como está o programa de pesquisa de clima na empresa. Assim, entramos nos detalhes e montamos um mapa para entender diversos pontos como, por exemplo, o percentual de funcionários que trabalham longe da empresa. Olhamos detalhes que, muitas vezes, a empresa não olha. A solução em si é a cereja do bolo", explica Antonio Carlos.

Depois de muitas conversas, a área de recursos humanos da Catho entendeu que era possível engajar ainda mais o colaborador, fazer uma pesquisa de clima e, mais do que isso, reduzir custos e aumentar os benefícios e ganhos da operação com a solução Mutant. Assim, foram sugeridos KPIs muito bem definidos. Para Catho, medir alguns pontos era importantíssimo. Entre eles:

  • Pesquisa de satisfação
  • Produtividade dos funcionários
  • Grau de absenteísmo
  • Tempo médio de atendimento e pausas

Para isso, começamos nosso relacionamento com a implementação de uma POC - prova de conceito - de 20 dias. O objetivo era testar a novidade com 200 pessoas, entendendo aos poucos, como a solução de home based se desempenharia por lá”, explica Antonio Carlos.

O que ninguém esperava era que tudo mudaria rapidamente. A solução Home Based da Mutant precisou ser renovada em tempo recorde. Para a Catho, o que era uma ideia a ser testada com calma, virou prioridade máxima com a aproximação da Covid-19 e a prioridade da empresa em proteger seus funcionários. “A necessidade de fazer rodar a solução virou caso de vida ou morte. Quando estávamos finalizando a entrega, a Catho viu que seria necessário colocar 600 funcionários trabalhando de casa. Com o decreto da quarentena, tivemos que fazer a implementação muito rapidamente. Foi um desafio colossal. A força tarefa da Mutant foi admirável e tudo ficou pronto em duas semanas. Foi um momento importante, um divisor de águas para a solução home based, dentro e fora da Mutant”, finaliza Antonio Carlos.

Resultados rápidos

Com os indicadores estipulados, a Mutant conseguirá mostrar facilmente para a Catho como era o desempenho da empresa em comparação ao desempenho da empresa hoje. O objetivo, além de manter a plataforma estável, é mostrar os ganhos efetivos do home office implementado com a solução Mutant.

“Estamos no primeiro mês de plataforma estável, mas já conseguimos ver que está dando certo. Nas conversas com a Catho, já tivemos feedbacks muito positivos”, diz Antonio Carlos.

Para se ter uma ideia, a expectativa é que a Catho mantenha de 50 a 70% de seus colaboradores em casa, mesmo depois que a pandemia terminar. “O projeto era deixar 40% dos funcionários em casa, mas com o cenário atual e com uma plataforma estável e indicadores positivos, esses números já aumentaram. A Covid-19 definitivamente está sendo um gatilho para que possamos sustentar e alavancar esse mercado. As empresas pós-pandemia vão mudar e nós mudaremos junto”, conclui Antonio Carlos.

Entre em contato com a nossa equipe e descubra
como podemos revolucionar o seu atendimento.